Sobre Nós - Pastelaria Batalha
Pastelaria Batalha. Os nossos produtos de pastelaria e padaria são produzidos segundo as mais antigas e tradicionais receitas. Algumas destas receitas, como é o caso do nosso premiado Parrameiro, passaram pela nossa família de geração em geração até aos dias de hoje.
pastelaria batalha, pastelaria tradicional portuguesa
13396
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-13396,page-parent,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-16.8,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Um Pouco de História

Fundada em 1990, com um compromisso assente na tradição e qualidade, a Pastelaria Batalha está presente em três locais no distrito de Lisboa.

A Pastelaria Batalha, valorizando a arte dos seus antepassados, utiliza a antiga e original receita tradicional que passou de Mãe para Filha ao longo de quatro gerações.

Atenta aos padrões de qualidade, a Pastelaria Batalha confecciona este e todos os bolos utilizando os mais exigentes processos de higiene e segurança alimentar, mantendo, no entanto, todo o sabor tradicional dos tempos antigos.

O Parrameiro é o bolo tradicional da Charneca, aldeia onde durante longos anos o seu fabrico foi o principal sustento de muitos dos seus habitantes, sendo também conhecido por Ferradura ou Bolo dos Noivos.

Esta última designação vem dos tempos em que este era considerado um bolo nobre e apenas estava disponível para alguns privilegiados ou em dias de grande festa, como casamentos e grandes eventos.

Charneca

 

“Aldeia da Roupa Branca”

A Charneca (Venda do Pinheiro) teve o privilégio de ver nascer a actriz Beatriz Costa que apesar de pouco ter vivido na sua Terra Natal, nunca negou as suas origens afirmando-se sempre como saloia e com muito orgulho.

Em 2008, a Charneca por ocasião da merecida homenagem à actriz Beatriz Costa, no centenário do seu nascimento, acrescentou a designação Aldeia da Roupa Branca (título de um dos principais filmes protagonizado pela mesma em 1938), passando a partir desta data a ser conhecida por Charneca – Aldeia da Roupa Branca.

“O Teatro passou a ser a razão do meu viver. O público, o objecto dos meus cuidados. Para ele vão, agora, os meus sorrisos. Para ele, envergo os meus trajos garridos.(…) É ele o meu namorado!”

Nome e Logótipo

O nome Batalha tem origem no nome de família que está por traz do sucesso desta marca, onde trabalham pais e filhos, duas gerações de apaixonados pela pastelaria.

Porque a famosa Beatriz Costa nasceu na Charneca e porque gostava muito de Parrameiros, a Pastelaria Batalha pretendeu prestar-lhe também uma homenagem referindo-se à “Mais Famosa das Saloias”, como era conhecida a actriz.

No logótipo podemos também recordar a inesquecível franja negra que aparece no meio do tradicional lenço saloio, cujo padrão é usado na imagem da marca Pastelaria Batalha.

Descobre as nossas lojas!